QUEBRANDO REGRAS

Chilenos ignoram normas da Conmebol e recebem mulheres para festinha em hotel

Ao que parece nem todas as delegações estão cumprindo as normas estipuladas pela Conmebol para garantir a biossegurança evitar a propagação do coronavírus.

Um exemplo foi o ocorrido esse fim de semana em que a Delegação Chilena que recebeu mulheres para uma festinha privê no quarto de hotel no Gran Odara em Cuiabá.

A informação é do site argentino Marca de notícias esportivas de que Jean Meneses, Arturo Vidal, Gary Medel, Pablo Galdames, Pablo Aranguiz y Eduardo Vargas teriam participado da tal festinha.

Agora o diretor técnico da equipe, Martín Lasarte, avalia se os jogadores serão suspensos ou até demitidos pela indiciplina e, assim, enviados de volta para casa no Chile. Essa seria a segunda vez que os chilenos desrespeitaram os protocolos de prevenção à pandemia da covid-19.

Antes do duelo contra a Bolívia, na última sexta-feira (18), a Conmebol denunciou a entrada de um cabelereiro no hotel para cortar o cabelo de Medel y Vidal. Os dois compartilharam as imagens da sessão e acabarm sendo multados em 30 mil dólares.

Veja a nota enviada ao site argentino:

El comunicado sobre el ingreso del peluquero

La Federación de Fútbol de Chile y el cuerpo técnico de la Selección Chilena Masculina Adulta, reconocen el incumplimiento de la burbuja sanitaria de la delegación que participa en la Copa América, con el ingreso no autorizado de un peluquero que, pese a contar con examen PCR negativo, no debió haber entrado en contacto con los jugadores. Los involucrados serán sancionados económicamente.

Lamentamos lo que generó esta situación e informamos que todos los miembros de la delegación arrojaron examen PCR negativo este sábado 20 de junio.

Federación de Fútbol de Chile


foto reprodução REUTERS