EM MATO GROSSO

Energisa inaugura maior Centro de Operações Integrado do grupo

A Energisa inaugurou, em Mato Grosso, o maior e mais moderno Centro de Operações Integrado (COI) dentre os onze estados onde o grupo opera. O COI monitora em tempo real a rede de distribuição de energia de todo o Estado, vinte e quatro horas por dia. Foram investimentos em equipamentos de última geração e em um espaço novo, projetado de forma detalhada para proporcionar maior eficiência e conforto para os profissionais, que precisam ficar focados na operação.

Atualmente, a Energisa atende a mais de 1,5 milhão de clientes nos 141 municípios do estado e continua em expansão. Com o novo espaço, no prédio do Morro da Luz, em Cuiabá, essa supervisão do sistema elétrico ganha eficiência. São mais de cem operadores que trabalham em regime de escala. Eles têm à disposição computadores e um painel gigante de led que traz imagens ao vivo do trabalho feito em campo, garantindo o apoio necessário para atuar de forma mais rápida, além de apoiar as equipes de campo.

O diretor-presidente da Energisa Mato Grosso, Riberto José Barbanera, explica que a empresa é hoje a maior empregadora do estado. E essa força de trabalho com mais de 2.500 colaboradores diretos, além dos indiretos, têm uma missão:

“Lembro que quando chegamos aqui em Mato Grosso, muita coisa precisava ser feita de forma urgente. Tínhamos regiões onde os moradores eram obrigados a usar geradores nas casas, como em cidades do nordeste do estado. Além disso, mais de 20 mil famílias sequer tinham energia em suas moradias. Mudamos essa realidade. Foram investidos mais de R$ 4,2 bilhões e tem muito mais vindo por aí. É o caso do Centro de Operações, que contribui para esse salto de qualidade. É importante dizer que nosso propósito é transformar energia em desenvolvimento sustentável, com qualidade de vida e igualdade social, preservando o meio ambiente para que esse estado continue crescendo, com mais emprego e renda”, destacou Riberto Jose Barbanera.

Uma das melhorias implementadas a partir do novo Centro de Operações Integrado é o monitoramento do clima, também em tempo real. Todos os dados apurados e repassados a Energisa fazem parte dos bancos de dados de órgãos de monitoramento ambiental, como o Instituto Nacional de Meteorologia. Eles são usados para embasar possíveis ações prévias, como a implantação de um plano de alerta em caso de temporais, mitigando consequências e atendimento mais rápido à população.

Além do COI, a Energisa apresentou a nova agência para atendimento de clientes em Cuiabá, um espaço premium, que oferece mais conforto e comodidade aos clientes. Hoje 4% dos clientes da empresa são atendidos de forma presencial. São mais de dez mil ao mês. O restante faz contato com a empresa por canais digitais.

 

FOTO: DIVULGAÇÃO