AFASTAMENTO DO PREFEITO

Nova decisão afasta Emanuel por mais 90 dias

Assim que soube pela imprensa da nova decisão afastando o prefeito Emanuel Pinheiro(MDB) por mais 90 dias, o advogado Francisco Faiad disse que irá recorrer e que a nova decisão não é definitiva e pode ser revertida.


Faiad aguarda a notificação oficial para entrar com o recurso e que continua convicto que não há necessidade desse afastamento já que Emanuel está a disposição da justiça.

NOVA DECISÃO

Nesta quarta-feira (27), o juiz da Vara Especializada em Ações Coletivas, Bruno D'Oliveira Marques, afastou Emanuel por mais 90 dias pelas supostas contratações irregulares na Secretaria Municipal de Saúde (SMS).


Desde o dia 19 de outubro que Emanuel está afastado na deflagração da Operação Capistrum.


O Ministério Público Estadual (MPMT) havia pedido o afastamento do cargo pelo período de 180 dias, ou enquanto durar a instrução processual. O órgão ministerial também havia pedido o bloqueio de R$ 16 milhões das contas do emedebista.


Na decisão, o magistrado argumentou que a lei prevê que o prazo inicial do afastamento é de 90 dias, podendo ser prorrogado. 

 

foto secom cuiabá